A Esquerda

Paciência é uma estranha virtude que sempre me fez lembrar esse clássico anúncio que Pessoa escreveu para uma multinacional marca de refrigerante Norte Americana: “primeiro estranha-se, depois entranha-se”

Aplicado ao que é a Esquerda Portuguesa, a verdadeira e que este ano completa os seus 100 anos de uma existência fundacional no cumprimento de ética ideológica Internacional, a minha paciência apenas precisou de esperar uma semana para se fazer conclusão sobre o que é estar, de facto, no poder onde o poder se aplica e, ao trazer resultados, traz contradições.
Se num determinado momento os anões cresceram, partindo desse pressuposto Soarista que os havia isolado numa oposição de interesse oportuno, parece que agora a rédea anda solta nessa vontade onde a contradição já nem sequer parece existir.

O desafio que o eurodeputado – em breve derrotado candidato à Câmara de Lisboa – Comunista João Ferreira lançou ao jornalista Bernardo Ferrão na Sic Notícias demonstra bem o afastamento da realidade que os políticos actuais, ou na verdade uma fatia deles, tem.
Se o desafio de descobrir se o PCP e os Bloquistas já estariam a pedir a demissão do Ministro da Economia num Governo passado face à trapalhada actual foi tema de uma brilhante reportagem emitida um dia depois da imputação do próprio facto pelo eurodeputado, a verdade é que, no jornal onde o desafio foi lançado, o Centrista Adolfo Mesquita Nunes havia procurado no Google pela afirmação, desmentindo João Ferreira in loco e ao vivo.

propaganda.jpg

E a verdade actual é justo essa. A paciência já nem é uma virtude pela qual se tem que esperar assim tanto.
Numa fracção de segundos a resposta para um desafio onde a calúnia se fez verdade, a mentira se tornou facto e a propaganda se desmontou como ardil publicitário encerraram um hipotético folhetim.

Mas nem todos os folhetins se encerram porque a verdade existe em domínio público ou porque, numa inversão de vontades, o Partido Comunista assim o quer decretar.
Se nos últimos 40 anos o PCP fez da CGD uma tábua de salvação sobre o que foram os seus meses de imposição pós 25 de Abril, Nacionalizações et al; parece que agora, de compromisso escrito com o BE, querem o mais rápido possível desviar o olhar do banco público com a gestão mais danosa que todos os privados.

Mas nem falemos de tempos passados, daquilo que um ou outro Governo fizeram para chegar ao momento em que, na alteração da Lei Bancária Europeia, a lógica estrutural estourou. Cingir-nos-emos em Mário Centeno, situação corrente, folhetim de adoração.

Eu de facto não sei se a tão falada lei teve o dedo de Centeno, do Ministério da Justiça, do Diabo a sete que a oposição levanta.
Aquilo que sei, da comunicação tornada pública e não desmentida, feita prova daquilo que o Primeiro Ministro António Costa disse ter sido outorgado como lei para a anterior Administração da Caixa – ainda quando não havia tomado posse – foi uma lei redigida por encomenda feita por um escritório privado de advogados.

Vejamos, não é isso em si um monstruoso conflito de interesses onde o público e o privado se assolapam de forma inegável que declaram mais do que Centeno mentiroso, mas António Costa como o Rei nu de uma Corte falida? Ou será, como escrevi, uma disfuncionalidade cognitiva temporária onde todo um Governo se aproveitou de um gestor privado feito público para resolver um imbróglio recorrendo a uma ilegalidade para lograr uma recapitalização sem que a mesma fosse a défice?

Onde está a Esquerda para contestar? Já sei!
Está ‘paciente’ que de tão estranha já se entranha e a nada mais quer que só Governar…

Que se demita antes o Primeiro Ministro que menos falta faz…

Anúncios

2 Comments Add yours

  1. ASSIM É. PAÍS SEM PUDOR! PREJUÍZOS, SEMPRE E MUITOS.
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/02/11/assim-e-pais-sem-pudor-prejuizos-sempre-e-muitos/

    “Enquanto nós ficarmos esperando a ajuda, como pedintes, seremos tratados como a elite branca trata seus pedintes. Alguns chegam a botar fogo neles…

    Ou lutamos ou participamos do bacanal Brazzzil, no qual entramos sempre com uma parte só: nossos ânus!

    E, para dizer a verdade, reagir é tão fácil: prejuízo para eles, sempre e todo dia! É a única coisa que eles sentem. …”

    Gostar

  2. ASSIM É. PAÍS SEM PUDOR! E HÁ QUEM MULTIPLIQUE COISAS IDIOTAS ASSIM…
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/02/12/asim-e-pais-sem-pudor-e-ha-quem-multiplique-coisas-idiotas-assim/

    “… O ‘testículo’ todo é apenas uma AUTOCRÍTICA; o cretino quer nos CONDENAR A TODOS apenas ao se olhar no espelho. Julga os outros POR SI MESMO.

    O CARA É UM BANDIDO MANIPULADOR OU É UM IDIOTA CRETINO — CUIDADO COM GENTE ASSIM, É A MINHA SUGESTÃO! ESTE TIPO DE MANIPULADOR QUER, A SERVIÇO OU NÃO DOS GRANDES BANDIDOS, NOS CONVENCER DE QUE NOSSO PAÍS NÃO TEM JEITO.

    ESTE TIPO DE CARA QUER NOS CONVENCER DE QUE É ASSIM MESMO E QUE DEVEMOS NOS CONFORMAR COM AS COISAS “COMO ELAS SÃO”. É UMA GRANDE BABACA OU UM GRANDE OPORTUNISTA MANIPULADOR.

    CUIDADO, É O QUE EU SUGIRO….”

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s