Babush e o Funeral de Estado

on

Mário Soares morreu.
Não sou daqueles que usa falecer. Não sei se é politicamente incorrecto, mas a morte é um estado do qual não se regressa, por tal, morto morrido – não matado – mas Mário Soares não faleceu, morreu. Paz à sua alma.

No encalço daquele que é o grande velório, funeral, de um Chefe de Estado Português, nas incontáveis presenças Nacionais e estrangeiras, uma se faz notar como sentida ausência: António Costa, o sucessor da sucessão feita sucedâneo.
Criticas à parte, e mesmo antes de ir à farpa daquilo que pode ser a minha opinião, quer antes abordar a temática desse ódio que cerca não só este tema como o do livramento que muitos tiveram com a partida de Soares.

Soares nunca foi consensual. E a sua morte trouxe presente esse facto.
Seja a bandeira que me recuso a desvelar nessa imagem censurada que criei, seja sobretudo na descolonização que uma Guerra no Ultramar fez.
Pergunto-me: São aqueles que mal de Soares falam o equivalente aos actuais lesados do BES sendo que o papel comercial gorado foi a descolonização feita num joelho de possibilidade onde a perda foi ganhar o direito a viver numa Liberdade conquistada aos Comunistas?

E nisto entro na figura principal de uma crónica menor, ode à sátira de quem se faz antítese daquilo que Soares – ainda que vilipendiado – logrou ser e cujo Babush nunca será.

António Costa, ausente na sua glorificação como primeiro descendente directo de cidadão Indiano a chegar a um cargo de poder relevante na Europa do Humanismo e faróis de economias em risco de colapso, em face a ficar com os amigos ou prestar a homenagem final ao Pai criador do Partido que o criou, afinca a distância e compromisso para se remeter à pré-gravação de uns pêsames. Se até o Presidente do Brasil, país irmão, a braços com uma complexa crise cancelou a sua agenda e veio, porque não a figura regimental do actual Governo?

Jungle Book.jpg

Mas há polémica em Babush ficar na sua amada India e não vir ao funeral do Pai fundador da Democracia contemporânea Portuguesa?
Relativizando o que um dela fez e o outro a associou, não.
Olhando para a definição urbana* da palavra que define o faltoso, menos ainda.

Tudo tem a importância que se lhe quiser dar. E com isto António Costa mostrou como lhe importam os amigos com quem escolhe ficar. Declínio de morte anunciada. Politicamente falando, claro.

*
Babush
1. Gay word language means goodbye same as babelch.
“See you later friendsters, Babush!

2. The act of being a cocky asshole who can’t back up their words. Most people who babush also back out of every fight thrown their way. A common hobby of babushers include; getting alaskan pipelines, hard anal sex, and recieving seagulls.
Dude 1: “Tom and Joe were supposed to fight yesterday. What happened?”
Dude 2: ” Joe didn’t show. He’s such a babush.”

3. Filipino word meaning ‘goodbye’. Used in Tagalog and Bisaya, but usually only for females.
girl 1: “I’ll see you soon, bye”
girl 2: “okay, babush!

Anúncios

2 Comments Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s