QP’15 | ID (ENTITY) BOX ‘Framed’

Partindo do ideário Nacionalista defendido como sendo a Política, essa malévola criatura nefasta que nos afecta e determina as escolhas que delegamos poder aos outros para tomarem por nós, apresento a minha representação na Quadrienal de Praga 2015, a cargo da APCEN | Associação Portuguesa de Cenografia, sob o título enigmático em Inglês, ‘Framed’.

Utilizo a expressão ambígua com o duplo sentido expositivo da apropriação de um espaço da sala G30 na KAFKA’S HOUSE, que não o será pela forma retaliatória como nos castram e limitam na apropriação do mesmo, e pela resposta pragmática de tratamento que lhes vamos dar.
Por outro lado, existe a relação emocional de Metamorfose analítica de Kafka, nome do espaço para a ID (ENTITY) BOX.

Definição de ‘Framed’
A palavra Inglesa ‘Framed’ deriva da palavra ‘Frame’ que significa literalmente enquadramento, quadro ou moldura, assim como é cada um dos quadros ou imagens fixas de um produto audiovisual.
Por outro lado, com uma conotação mais política, o termo ‘Framed’, quando dito ‘to be Framed’ significa ‘ser tramado por um terceiro’.

Assim, chamando a minha intervenção de ‘Framed’ realizei, através de uma exposição de quadros de sátira política, sem moldura, um momento de criticismo sobre a situação actual e permanente da História de Portugal na Europa e Mundo, caracterizando o passado recente e contemporâneo numa retrospectiva historicista de quadros clássicos reinterpretados.

full room.jpg

É a perfeita metamorfose de Kafka, em que a pintura digna do passado, se transforma na ressaca emocional do pensamento emotivo da actualidade.

Por outro lado, respeitando a questão espaço-ambiental da sala que nos foi designada, forro, in loco, o espaço, integralmente, a papel bolha, como analogia do cuidado que há que ter tanto com a dita obra de arte, mas com esta visão política totalitária da nossa frugal existência e confiança cega naqueles que, em apoteose escolhemos, e na desgraça afastamos como os malditos oportunistas das erradas escolhas que não gostamos de ver impostas.

cocoon.jpg

 

Pinto os quadros de branco, fazendo censura sobre os mesmos, mas ‘enquadrando’ os rostos dos políticos, identificando-os.

censuring.jpg

No final, em acto político de esquecimento, típico do tempo, o enquadramento tramado (‘framed’) faz a censura total e pinta tudo de branco.

censured.jpg


2 Comments Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s