Como se não houvesse amanhã

“Canta, grita, esperneia, mexe-te e move-te, balança e atira, salta, rebola e dá de safanão. Faz tudo o que quiseres, pensa, desfaz, constrói, muda, altera e recorta. Vai, volta, regressa, parte e faz de tudo mais. Parte e retorna, eleva e deixa-te cair. Nada e voa, faz-te ouvir e com que te oiçam. Pensa que amanhã é futuro e o ontem passado, e como no de trás já viveste, vive aquele que irá vir com a intensidade daquele que já se passou. Passa-te e canta, que quem canta os seus males espanta.  
Faz tudo aquilo que te apetecer, faz tudo como se não houvesse mais amanhã!”

Barão Von Rau Pipiska | 24 de janeiro de 2013

LE COOL FINAL ISSUE_2.jpg

A Le Cool chegou ao fim da sua história lisboeta. Foram incríveis 11 anos de vida nesta que é uma cidade de luzes, noites, entardeceres, despertares e tudo o que um bom som, amigos e uma memória nunca faram esquecer.
Estaremos sempre aqui, nesse enlace de todos os que nos leram, viram e, esperamos, um dia – breve – nos voltem a ler onde quer que seja.

Eu passei quase 6 anos a escrever, desenhar, produzir e fazer de um projecto de vida, a alma e coração daquilo que eu sou.

Um agradecimento a todos que fizemos de Lisboa, sempre, Le Cool.

Francisco Von Rau Pipiska

Anúncios

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s