Egóitismo

“Bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz, não faças o que ele faz”
provérbio popular português

A revolução digital atingiu o Primeiro Primeiro Ministro.
Se a sua transparência pessoal vai tão longe como admitir achar estonteante o interesse e insistência em haver necessidade num contrato público com o amigo que anda a trabalhar em assuntos sensíveis do Governo Português, que dizer da sua nova conta na plataforma Instagram onde mostra esse seu lado íntimo e profissional que em tudo seguem essa sua linha egóica de auto indulgência e senso emocional de um trabalho em prol da sua própria Nação?

(terá Costa, o Primeiro, Gustavo Santos como seu life coach?)

Estou certo que vendo o rol fotográfico que o Primeiro Ministro nos exibe, numa conta cujo nome parece a paródia do ‘Costa, Primeiro‘, a memória não poderá ir muito além da sua primeira entrevista oficial/não oficial, aquela grandiloqüente foto-reportagem à revista Caras, ao estilo Varoufakis, família em riste, sentados num canapé de cetim marfim dourado entrecortado num cenário palaciano que não era a sua casa, antes uma fantasia onde o António e a Fernanda pousam com os seus pintainhos.
E não vai. O perfil ‘António Costa PM’ no Instagram mostra cândidos de António entre outros famosos políticos, extras da sua acção rumo aos momentos que definem a sua fulgurante cena de combate.

COSTA PRIMEIRO.jpg

O primeiro instantâneo, a 21 de Março de 2016, é sintomático de tudo o que se segue. Um grupo que mais parece uma tira de quadrinhos olhando para o céu a perguntar, “É um pássaro? É um avião? Não, é uma gaivota morta a voar..!”
Mas este seu jeito de se olhar, pensativo numa desfocada distância de omissão da missão que os Portugueses dessa União do voto utilitário fica patente quando a 28 de Março repõe os feriados e nos dá as costas em jeito de lançar o passado para esse “pré-sente” – o antes do sentir.
Mas se o seu egóitismo, pragmático, esse que o leva a assinar acordos sobre refugiados quando o seu país vive problemas sérios de pobreza e tem dentro das suas fronteiras graves situações económicas, é quando se exibe abordo do Falcon da Força Aérea Portuguesa, no voo charter rumo a Atenas para visitar Alexis Tsipras.

Seguramente as negociações do seu amigo na TAP não lhe permitem voos directos para a Grécia em classe económica, fazendo a máxima de que o exemplo vem de cima.
Com Costa não vem.

É como diz o seu número dois no Governo, o Ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva, “Bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz, não faças o que ele faz”.
Costa faz, nós julgamos o seu fazer.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s