Mayflower

Há choque e horror no resultado eleitoral Americano?
Suponho que na escala e proporção do nome da operação que desencadeou a operação militar no Iraque que nos trouxe à actual encruzilhada política em que vivemos, sim.

A linearidade do pensamento não se restringe, nem se adstringe, numa sumula do que a proporção eleitoral decidiu. Se assim fosse a certeza que Paul Rayn apresentou era verdadeira e não falsa, já que na verdade dos factos Hillary venceu o voto popular por quase mais de 180 mil votos directos. Só que a Democracia plutocrática Norte Americana, onde ainda existe esse condicionamento dos 1% mais ricos, retira uma fatia importante do voto a quem deposita a fé num candidato, já que a eleição não é em sufrágio directo e universal.

Bem vistas as coisas, e regressando ao final do séc. XVI, a fuga que permitiu a actual Democracia Norte Americana muito se deve a uma fuga ao pagamento de impostos.  Os Dissidentes Ingleses, revoltados com o Acto da Uniformidade de 1559, rápido se tornaram abolicionistas em causa própria, dividindo a Igreja nos seus dois ramos, Catolicismo e Protestantismo, recusando-se a pagar por ter que ir à Igreja rezar.
O acto de protesto de ditos dissidentes levou-os, numa muito encurtada narrativa, a, em 1620, zarparem rumo à Índia de Colombo.
Lá se deu o famoso ‘Thanksgiving’, agradecendo esse encontro multicultural entre nativos, indígenas e os colonizadores que desde logo iriam ser chacinados a troco de construir caminhos de ferro, explorar riquezas e edificar a melhor Nação Democrática no Mundo… puritana mas agarrando-nos pela ‘pussy’!

Se não fosse tudo uma parábola de entretenimento e a América ter escolhido o seu primeiro Presidente Reality Star, quase diria que ao invés de se reescrever a chegada do Mayflowero navio que trouxe os Puritanos Peregrinos do Velho Continente para se assentar e povoar a América – mais parece que estamos a escutar um Anything Goes de Cole Porter.

You're Hired.jpg

Times have changed
And we’ve often rewound the clock
Since the Puritans got a shock
When they landed on Plymouth Rock.
If today
Any shock they should try to stem
‘Stead of landing on Plymouth Rock,
Plymouth Rock would land on them.

In olden days, a glimpse of stocking
Was looked on as something shocking.
But now, God knows,
Anything goes.

Even Trump got elected with his hoes!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s