Ranço!

Se a certeza acerca da unidade de Esquerdas me falhava nesse garante de uma pretensa estabilidade Social, hoje tive a garantia do seu ranço. A mediocridade de tudo rege-se naquilo que várias vezes designei por sindicância mendicante.

A paz podre existe na mão de um grupo sindicalista de conveniências coniventes.
Existe não, impõem-se num retrocesso que muitos fingem não ver. Hoje escancarou-se no novo protesto dos taxistas.

Surja o inimigo de uma liberdade de mercado onde o indivíduo possa pensar por si e “porrada”.

Os Táxis são muito melhores que os Ubers, com todo o seu folclore acessório e luxos inerentes. Nas imortais palavras vindas da trincheira: “pandeleiragem!”
Por outro lado a cabal demonstração de como os motoristas guiados por Florêncio de Almeida, a versão patronal do sindicalista, não sabe bem o que é ordem, muito menos pública.
Incitar à violência, destruição da propriedade privada, ou mesmo lançar mentiras sobre o marido da líder popular ‘Crispas’, apenas abonam em prol de quem não requer tarifas sazonais como combate empresarial onde a ideologia assentou arraiais.

uber.jpg

E a questão fundamental chega: Táxi vrs Uber, qual o melhor?

Pois bem, um qualquer serviço só pode ser tão melhor quanto o cliente que serve. É pura disciplina democrática, liberdade de mercado.
A relutância mental de impedir que tal facto ocorra apenas estagna a existência Humana, cria segregação e privilegia uma elite.
E aqui, como em muitas outras causas onde a ideologia de suporte político da geringonça habita, a elite são eles, os Sindicatos de todos que apenas pensam por alguns, eles próprios, num passado de Direitos sem deveres.

Mas há uma retorcida verdade que seguimos a ignorar: a Uber, ainda que sem ter sido formalmente notificada por questões práticas, foi proibida de operar em Portugal.
Altera algum facto anteriormente expresso no que atras escrevi? Não, nenhum. Apenas rebaixa o nível jurídico quando se imputa o modus operandi entre Táxis e operadores de plataformas digitais.

É que as leis, ao que parece, são como as meninas virgens, devem ser violadas
(no comments)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s