#MURO

Molhas o pão no prato vazio
e apagas a televisão
Abres a janela e olhas para fora,
a cidade espera-te em algum lugar.
Sais à rua e chegas ao muro
onde acabam todos
onde começa o mar.

Contas os passos
regressando a casa
e vês de novo a televisão.
Adormeces
quando começa o hino
e vais para a cama,
e vais sonhar.

Lua, algo que sucede
sinto que acontece
a solidão de me deixarem só,
assim tão só como a noite.
Lua

Molhas a cara como em qualquer dia
e sais sem te barbear.
Compras o jornal e notas que o mundo
mudou a expressão
para o bem e mal.

Segues o teu caminho
e vais ao muro
onde acabam todos
onde começa o mar.

Lua, algo que sucede
sinto que acontece
a solidão de me deixarem só,
assim tão só como a noite.

Molhas o pão no prato vazio
e apagas a televisão
Sais à rua e chegas ao muro
onde sempre há alguém
onde começa o mar.

bruxellas.jpg

Bruxelas amanheceu como outra qualquer cidade ocidental.
Como o símbolo Europeu do poder instituído.
Como o significado e significando desse confronto de Eras que insistem colidir e não compreender o espectro maior disto tudo.

O possível improvável ocorreu.

O politicamente correcto sucumbiu face ao adverso que é o provável aleatório.
O terror vence, mas nunca o medo. As extremas unem-se, mas nunca para reinar face à inteligência em gerir a guerra que se cria.
Façam-se muros. Muros onde acabam todos, onde começa o mar.

Tradução e adaptação da música Muro (1998) de Miguel Bosé, escrita sobre o embargo a Cuba, sintomática nestes dias que o mesmo vai a rumo de se levantar, onde, numa Europa em crise, parece se impor nesses muros que se irão erguer.

Anúncios

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s