#transcrições

A ilusão da amizade feita conversa fiada.
E se o conteúdo das conversas entre Sócrates e Vara não fosse mais que isto.
Que seria afinal, se no final, tudo não fosse, apenas, uma sincera amizade.
Sinal de fraqueza condicional.

VARA.jpg

Relatório – Transcrição de CONVERSA

José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa (JS)  &  Armando António Martins Vara (AV)

 

JS: “Tens um amigo em mim.”

AV: “Tens um amigo em mim.”

JS: “Quando o caminho te parece agreste, e estás distante de uma cama quente, lembra-te pá:

Tens um amigo em mim.”

AV: “Tens problemas e eu também, mas não há nada que eu não fizesse por ti.

Ficamos juntos até isto tudo se ultrapassar, pois tens um amigo em mim.”

JS: “Outros podem ser mais inteligentes que eu, maiores e até mais fortes, mas ninguém vai gostar tanto de ti assim.”

AV: “E podem os anos passar que a nossa amizade não morrerá.”

JS: “Verás,o destino o dirá!”

AV: “Tens um amigo em mim.”

JS: “Tens um amigo em mim.”

AV: “Tens um amigo em mim.”
JS: “Porreiro pá!”
— fim da transcrição —

Os amigos são para as ocasiões.
Sejam elas quais forem.

Ou é tudo uma brincadeira de criança

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s