a opinião

Independente da polaridade idiossincrática que se opte, alterne, abstenha ou se evite ter, as redes sociais, o mundo digital, o reduto de tudo o que se opina, diz, pensa e se transmite por escrito, desenhado, comprimido e compassado, subsiste nessa realidade dos dados binários.

A rede é vasta e cheia de tudo o que se puder pensar poder pensar.

Se a lógica é uma batata, seguramente alguém dela faz algo inverso para ser a inversão do mesmo.
No fundo, se o espelho de nós mesmos é o caos, esse mesmo organiza-se em zeros e uns que nos aproxima mais do que nos separa.
Afinal, no cúmulo de tudo, a Democracia Universal, do mercado livre, existe; ela está lá, na World Wide Web.

Só que o nosso reduto de opinião é diverso e fundamentalmente distinto. Ele apenas se aproxima na paralaxe das escolhas ponderáveis. As necessidades básicas da existência seguem iguais, independente da cultura, apurando-se aquilo que cada reduto ‘societal’ necessita.

Se Kinsey desenvolveu uma escala sobre o comportamento sexual do Homem, pode-se desenvolver uma escala acerca do comportamento Democrático no mundo do acesso digital *. E tal como na escala de Kinsey, dificilmente existirá exclusividade anti ou pro Democrática em todas as culturas Universais.
O sintoma disperso assegurará que o equilíbrio será algo no meio. Tentaremos respeitar a diferença mas fazer com que nos respeitem. Ser plenitude democrática quebrando, por base, alguma regras.

Isto é o tal caos Humano, aqui repercutido numa empírica análise sobre a opinião viral.
O facto mais concreto é que a famosa World Wide Web, ainda que mundial, não é para todos.
Mais serão os países – ou os seus cidadãos; que não têm acesso ao seu espaço ou opinião.

World Wide Web.jpg

Ainda assim, mesmo nos países onde a Democracia não é a instituição política, vemos surgir as vozes dissonantes consentâneas com essa vontade inata no Ser Humano.
As Primaveras virais que há um tempo surgiram e seguem o seu caminho são disso exemplo.

Até a forma de comunicação nefasta como o DAESH transmite a sua mensagem não podiam ser mais Democráticos. A sua repugnância produz o efeito da união dos visados.

Mas desequilibra isto o pensamento abstracto do facto?

Não. Por razão de ordem lógica, e porque na Humanidade há muito mais que nos aproxima do que afasta, mesmo a opinião de quem não a pode dar é mais Democrática do que a Democracia que muitos tentam dizer que se vive.

* Existe a denominada Democracia Digital, onde os cidadãos, pela existência da internet, se permitem chegar mais depressa e em tempo útil, aos seus representantes políticos. A e-democracia é uma realidade, embora nem sempre uma verdade concreta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s